OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Humanos que forem a Marte nunca mais voltarão à Terra, diz criador da Mars One






De Todas As Palestras da Campus Party Brasil 2015, a Ultima, realizada na tarde do Último sábado (7), certamente foi um that apresentou o Projeto Mais ambicioso da oitava edição do Evento paulista. No palco Esteve o holandês Bas Lansdorp, criador da Mars One, Uma Iniciativa Que Tem Como Objetivo Levar PESSOAS a Marte e Instalar a Primeira colônia de Seres Humanos em Outro Planeta do Sistema solar.
Por Mais Que o Conceito Pareçam Coisa vista APENAS em filmes de Ficção Científica, o Projeto E Sério e Já possui TODO UM cronograma Pela frente. Empresário e mestre em Engenharia Mecânica Pela Universidade de Twente, na Holanda, Lansdorp explicou AOS campuseiros that A Primeira fase acontecerá em 2018, when Será, Feita Uma Missão exploratória em Marte. Em 2020 comeca a fase Segunda, Quando hum Veículo espacial Não-tripulado Será, enviado AO planeta Pará Estudar condições SUAS, o ambiente e Outros Elementos do local, Como uma Composição do solo, clima, Presença de Água, Entre Otras Coisas.
Dois Anos Depois , o Projeto entrará em hum Estágio fundamentais Que Ira preparar a chegada dos Humanos Ao Planeta Vermelho. ISSO Porque Serao enviados Robôs com Diversos Equipamentos Que Irão garantir a Sobrevivência dos colonizadores, Como Painéis solares, a Máquinas Pará tornar uma atmosfera respirável, estufas e Uma Estrutura Que Ira permitir o cultivo de Alimentos. Só DEPOIS Que Tudo estiver pronto E Que OS Primeiros Humanos Serao enviados Ao planeta, Viagem ESTA agendada Para o ano de 2024. A Expectativa E Que OS Usuários pisem em Marte APENAS nenhum ano SEGUINTE, Uma Vez Que o ritmo daqui da Terra ATÉ Marte E . de Aproximadamente 7 meses
Segundo o criador da Mars One, APOS A Primeira Equipe desembarcar, um tempo Outro Será, enviado Ao planeta a Cada Dois anos - Cada Equipe sempre Será, Composta por Quatro PESSOAS, Sendo Dois Homens e Duas Mulheres. O Custo Total de Operação de Pará tocar o Projeto ESTÁ assessed em US $ 6 bilhões (cerca de R $ 15 bilhões).
"Desde a Criação de Mars One conseguimos Contar com o Apoio de Cientistas, Engenheiros, Homens e Mulheres de Negócios do Mundo TODO . Ver o Desenvolvimento do Projeto E saber Que meu sonho TEM se tornado Realidade ", comentou Lansdorp. De a Acordo com o Executivo, apesar dos Valores bilionários Que envolvem a Iniciativa, OS Investimentos Vão valer a pena e devem Ser rapidamente custeados com a Transmissão do Evento Para todas como Redes de TV do planeta, Além da Ajuda de Patrocinadores e Usuários entusiastas com um ideia de colonizar nosso "Vizinho".
"Acredito that O Momento EM pisarmos that em Marte Será, hum dos Mais IMPORTANTES da Humanidade. O Homem eStara em Um Novo planeta. Quem NÃO ficaria animado em Assistir Pela Televisão a chegada do Homem a Marte?" , questionou o Empresário. "Os Humanos São Exploradores. Marte ESTÁ Ao Nosso alcance ágora. PODEMOS inspirar Crianças a Serem astronautas e Cientistas em vez de celebridades do pop universo. Ter PESSOAS Vivendo em Marte Vai Mudar o Mundo em VÁRIOS aspectos". Primeiros ósmio em Marte Bas Lansdorp na Campus Party Brasil 2015. (Foto: Reprodução / YouTube) Lansdorp afirmou that OS Recursos Tecnológicos Atuais Já permitem enviar Humanos Ao Planeta Vermelho. A Própria NASA, a Agência Espacial americana, JA TEM CAPACIDADE de montar Uma viagem tripulada a Marte. "O Fator Mais Importante Que impedem a NASA de colocar o Homem em Marte Não É uma dificuldade [de Equipamentos], mas sim Porque voltar de Marte Pará a Terra E AINDA Mais Complicado fazer that Chegar lá", comentou. Segundo o engenheiro holandês, ESTA Seria A Única Razão da Agência NÃO ter mandado Seres Humanos Ao planeta, MESMO apos 20 anos de Estudo em Formas eficazes Para trazê-los de volta. Por ISSO, a Mars One descarta QUALQUÉR possibilidade de retorno à Terra Pará Que o Projeto saia bem-sucedido. "Uma Missão Permanente E Menos arriscada fazer that Uma Missão Que preve Uma volta. Os Humanos ficarão em Marte e, Por este Motivo, Não precisamos de Todos os Equipamentos Usados ​​Pela NASA. O Sistema [de envio de um Humanos Marte] Precisa Ser Testado ATE OS minimos Detalhes, Mas Não precisamos de Novas Invenções Pará ISSO Acontecer ", Disse. Como se Trata de Uma viagem sem volta, Lansdorp explicou Que a tripulação ESTÁ Sendo Escolhida a dedo, especialmente a Primeira Equipe Que DEVE Sair da Terra em 2025. Primeiros Quatro OS, em especifico, Terao de Passar 7 meses Seguidos a bordo de Uma nave rumo a Marte, se alimentando de comida seca APENAS OU enlatada. Ao chegarem no planeta Vermelho, Terao de Passar Mais Dois ano Sozinhos, Trabalhando de forma cooperativa Pará Estudar como condições do planeta e preparar o terreno Para Que A Próxima Equipe Já Chegue Ao locais Sabendo O Que Ira enfrentar. "Os Primeiros ano Serao Muito dificeis . Os astronautas NÃO poderão tomar banho eA Comunicação com a Terra Será, Bastante complicada ", declarou. He also destacou VÁRIAS vezes Que o Mais Importante parágrafo OS tripulantes SERA O Espírito de Equipe, POIs Só Assim poderão Sobreviver em hum planeta com condições distintas das Bem Que encontramos Aqui na Terra. Para se ter ideia, conforme condições e como Paisagens de Marte Lembram hum grande deserto, cuja atmosfera e constituida de dióxido de Carbono eA Temperatura meio E de -63º C. Segundo Lansdorp, Mais de 200 mil PESSOAS de 140 Países se candidataram cabelo local da Mars One Para ingressar no Projeto, das 10 mil Quais São brasileiras. O Processo de Seleção de e rigoroso e Os testes envolvem principalmente a fluência em Alguma das Onze Línguas Mais faladas no mundo (Além do Inglês, Que Será o idioma oficial das colônias) eA Cooperação Entre OS Inscritos - não Caso, Uma Equipe Composta por Quatro PESSOAS . Se hum DELES desistir ou Não aguentar uma bateria de Experimentos, todo o tempo E Eliminado do Projeto. Lansdorp afirmou that o Perfil dos Candidatos E variado. He also revelou Que Tem Planos de enviar "Algum jornalista Pará Contar Às PESSOAS Como E a vida em Marte" e, Assim, "permitir that como PESSOAS se identifiquem e apoiem o Projeto".