OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Luzes misteriosas despertam atenção de fotógrafos em Hessdalen - Noruega



Luzes estranhas no Vale de Hessdalen Noruega, despertam interesse de fotógrafos
Hessdalen é um vale numa zona rural a norte da Noruega intocada pelos magníficos fiordes . É de facto um lugar normal e tranquilo de colinas baixas onde no passado existia um antigo centro de mineração que terá falido e provocado o despovoamento o que é normal - excepto para as luzes estranhas e inexplicáveis!

Elas aparecem no céu, movendo-se lentamente, separando-se e reformar-se novamente, piscando dentro para fora etc.
Nalguns casos aparecem do nada e desaparecem reaparecendo noutros pontos deste vale.
Foi em 1981 que a imprensa teve conhecimento destas luzes e iniciou uma busca pelo tema de forma a dar a noticia ao mundo e tentar encontrar uma explicação para o surgimento de misteriosas luzes que continuam a surgir sem fornecerem uma resposta plausível.

A cidade atraiu cientistas e espectadores legítimos de toda a Europa. "A maioria das pessoas são [apenas] entusiastas, incluindo " o fotógrafo Norueguês Ivar Kvaal da TIME ".

Kvaal diz que "alguns dos moradores têm esperança de fazer algum dinheiro no turismo dos ovnis naquela região.
Eles tentaram criar uma pequena loja de presentes, pequenas lembranças aos visitantes que acabou por encerrar.
Mesmo com o encerramento desta loja ainda é possível encontrar lembranças no PUB local que vende algumas recordações aos visitantes durante a sua hora de expediente.
De alguma forma a região caiu no ridiculo, o que terá feito com que os residentes tenham se retraido bastante sobre este assunto, tendo Kvaal de lutar bastante para conseguir ganhar a confiança dos abitantes.
Teorias para estas ocorrências são abundantes: as luzes vem de gases ionizados na atmosfera, ou um raio bola, ou em decomposição radônio.
A própria Terra está agindo como uma bateria gigante - que alguns dizem poder ser aproveitado para energia limpa.
E é claro, outros acreditam que estas são alienígenas.

Kvaal não está interessado em qualquer uma destas teorias.
Ele nunca viu pessoalmente as luzes.

"Apenas estou interessado em como estas luzes têm afetado a comunidade e as pessoas".

Isto é, ao invés, como Mark Durant escreve sobre o trabalho ", uma meditação sobre o desejo humano de experimentar o outro mundo."
Através de uma mistura de fotos documentais, material de arquivo, naturezas mortas e retratos de crentes, Kvaal cria uma série tranquila mas sugestivo nas palavras de Durant, "uma dessas fronteiras desoladas onde o misterio se coincidem com o desesperado para produzir uma nova cultura de maravilha e paranóia. "

Uma dessas fronteiras onde a crença precede provas, e onde a verdade está sempre ao virar da esquina.