OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Cientistas gravaram o som feito por um único átomo em movimento




Qual é o som de um átomo em movimento? Pode soar como uma daquelas questões filosóficas bestas, mas na verdade é um grande enigma para cientistas que aparentemente enfim foi solucionado.

O título da matéria poderia ser mais chamativo, algo como “Ouça o som que um único átomo faz”, mas não seria honesto, já que você não conseguirá ouvir esse barulho. Mas os cientistas dizem que é um dos sons mais suaves fisicamente possíveis.

Os pesquisadores, da Universidade de Columbia e da Universidade de Tecnologia Chalmers, na Suécia, capturaram o som que um único átomo faz ao se mover ao detectar as vibrações que emanam dele. Como aprendemos na escola, as vibrações criam sons – mas, neste caso, o som é bem baixo.

Então como eles fizeram isso? Bem, eles excitaram um átomo, e então detectaram suas emissões acústicas ao usar um chip especial que converte ondas minúsculas acústicas em microondas. Essas microondas são de amplitude larga o suficiente para serem gravadas – usando amplificadores de microondas de baixa temperatura – diferentemente de suas colegas. Göran Johansson explicou ao Motherboard:

“A amplitude sonora, ou força, é bem baixa. Basicamente, quando você excita o átomo, ele cria um som, um fônon por vez, de acordo com a teoria. É o som mais fraco possível na frequência [em que ele vibra].”

Os resultados foram publicados na Science. Mas por que se preocupar em gravar um som tão calmo? Bem, porque eles podem, para começar. Mas também por ser uma porta de entrada para o entendimento do mundo do som quântico, onde pacotes quantificados de som – os fônons – podem ser usados no lugar de pacotes quantificados de luz, conhecidos como fótons. Como o som se move mais lentamente do que a luz, podemos conseguir investigar com mais cuidado e influenciar o mundo quântico se usarmos sons.

FONTE: GIZMODO.COM