OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Um dos encontros da Força Aérea da China com um OVNI / UFO


Chinese UFO files
Batalhas aéreas, conhecidas em inglês como “dogfights“, são os resultados mais comuns quando os militares se encontram face-a-face com um objeto desconhecido.
A Rússia e os Estados Unidos tiveram dezenas destas batalhas com OVNIs e desta vez a China revela um desses raros encontros imediatos com o desconhecido.
O Diário Hebei –um jornal controlado pelas militares em Shanghai, na China – escreveu um artigo que detalha um relato de um encontro aéreo entre um caça da Força Aérea Chinesa e um objeto não identificado.
Aconteceu em 19 de outubro de 1998, quando quatro radares do norte da província de Hebei detectaram um objeto desconhecido voando em espaço aéreo restrito, diretamente acima de uma instalação militar de treinamento de voo, próxima da cidade de Changzhou.  Pelo menos 140 pessoas dentro e fora da instalação militar testemunharam a presença do OVNI.  O objeto não identificado primeiramente apareceu como um pequena estrela e ficou cada vez maior à medida que descia para altitudes mais baixas.
Logo que o radar detectou o objeto não identificado, o comandante da base imediatamente reportou o avistamento aos oficiais de patente maior, os quais ordenaram que um jato Jianjiao-6 fosse interceptá-lo.  O jato chegou a não mais de 4.000 metros do objeto, mas mesmo assim foram capazes de observar e ver os fortes atributos do OVNI.  Um dos pilotos descreveu a cena como se estivesse num filme de ficção científica de Hollywood.  Eles descreveram o OVNI como sendo um objeto astronômico que tinha uma cúpula na forma de cogumelo.  As partes inferiores do objeto eram cobertas por luzes que rotacionavam.
De repente, o grande objeto disparou para cima, como se a gravidade não tive nenhum efeito sobre si.  Os pilotos tentaram se aproximar por várias vezes, mas quando chegavam próximos ao objeto, ele simplesmente se afastava em alta velocidade, facilmente superando o jato, para então reaparecer a alguns milhares de metro acima.
Os pilotos pediram permissão para abrir fogo e derrubar o OVNI com o canhão abordo, mas o comandante da torre negou seu pedido.  Ao final, o jato ficou quase sem combustível e foi forçado a retornar à base.
O último avistamento do OVNI foi a 12.000 metros.  Ele desapareceu antes de outro conjunto de aviões caça poder decolar.