OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

VI Semana Ufológica de Porto ALegre

VI Semana Ufológica de Porto ALegre

de 29 de setembro a 05 de outubro de 2014 

CHAMAMENTO

A  “VI  SEMANA  UFOLÓGICA”, assim como todas as edições anteriores, abre um espaço de interconexão entre Ciência e Espiritualidade, conceitos interdependentes e complementares. A Comissão que vem organizando esse grande evento porto-alegrense, tem convicção de que a Ufologia é um grande elo para estreitar a ligação inequívoca entre Ciência e Espiritualidade. Vejam como o editor da Revista UFO, Ademar Gevaerd, responde ao seguinte questionamento:
ESPIRITUALIDADE E UFOLOGIA: ALGUMA CONEXÃO ? 
Sem querer criar polêmica, eu respondo a isso sem nenhuma hesitação: toda conexão. Sim, acredito que a espiritualidade dispõe de ferramentas que podem, e precisam, ser usadas na investigação do Fenômeno UFO, ou seja, da presença e manifestação alienígena na Terra. Está mais do que óbvio, após 65 anos de existência da Ufologia, que apenas a ciência não oferece todas as respostas para o mistério e que devemos buscar em outras searas uma forma mais completa de se entender a ação em nosso planeta destas outras formas de inteligência.
Na verdade, tanto a ciência quanto a espiritualidade não oferecem, isoladamente, as respostas que menciono. Deve-se, assim, empregar ambas as disciplinas para isso. Mas com seriedade e responsabilidade. O Fenômeno UFO é o maior desafio da humanidade em todos os tempos, é algo complexo e intrincado, que terá gigantesca repercussão em nossa vida quando finalmente revelado em sua totalidade. Assim, vale abrir mão de todos os recursos possíveis para compreendê-lo em sua completa extensão, ou seja, usar todas as ferramentas tanto da ciência quanto da espiritualidade.
Além do que, não nos esqueçamos de que nossos visitantes extraterrestres são todos, ou pelo menos 99% deles, praticamente idênticos fisiologicamente a nós, o que pressupõe que nós e eles temos uma relação muito próxima ou mesmo comum, uma ligação que ainda não conhecemos. É como se eles fossem primos distantes, mas ainda assim da “família”. E se nós, seres humanos, somos essencialmente espirituais, muito além da matéria física, uma conclusão razoabilíssima é de que “eles” também sejam espirituais. Talvez até bem mais do que nós. E desta forma, a espiritualidade se torna um meio óbvio de se tentar conhecê-los.
Enfim, é simples assim. Fiz uma palestra sobre isso há um mês no evento Cosmos, de Araçatuba, e vou encontrá-la para postar aqui. No fim de setembro eu faço outra semelhante do RS, na Semana de Ufologia de Porto Alegre.
Abraços e bom final de semana.
Gevaerd
Para maiores informações acesse: www.semanaufologica.com.br