OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Avistaram entranho objeto no céu do arquipélago de Chiloé (Chile)





O objeto era como uma esfera.


Desde distintos pontos do arquipélago era visível o fenômeno aéreo que não pode ser identificado.

Surpresa gerada entre os habitantes de Chiloé pela presença de um objeto no céu, que permaneceu suspenso por um longo tempo. A figura estranha, como um balão branco era visível de todo o arquipélago.

A partir da Plaza de Armas de Castro, a figura foi orientada em direção nordeste, obrigando os transeuntes a olhar para o que gerou uma série de especulações sobre sua origem.

Osvaldo Contreras, chefe do aeródromo Mocopulli em Dalcahue, descartou a presença de um balão meteorológico na área. "Nós somos os únicos que podem lançar esses objetos e nenhum desse tipo foi lançado", disse ele.

Enquanto isso, o piloto civil Tanques José Luis do Aero Clube de Castro disse que observou do solo o estranho objeto e que enviará a foto para ser analisada. "Eu vou enviar a imagem para o Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Outliers para análise, eles têm resposta", disse ele.

Google descartou a presença do balão do seu projeto Loon.


O projeto balão Loon do Google.

A iniciativa compõe de uma rede de balões que viajará sobre o limite com o espaço exterior. Loon está pensado para conectar as pessoas que habitam zonas remotas ou rurais, para chegar às zonas com falta de cobertura e para que as pessoas possam voltar a ter Internet depois de uma catástrofe.

A serie de especulações entre os islenhos fez pensar que a esfera branca, vista desde a Praça de Armas de Castro, situada na direção nordeste correspondia a este experimento, no entanto foi descartado por Alejandra Bonati, gerente de comunicações e assuntos públicos no Chile do Google.

A alta executiva disse que ainda que a esfera estivesse em trajetória por esta latitude (Chile), não teve como trajetória o arquipélago. “Cada vez que realizamos um experimento como este, informamos a autoridade correspondente, neste caso a aeronáutica civil do Chile para que não gere problemas e por isso sabemos que não é um de nossos balões”,indicou.

A mesma fonte expressou que o último registro da passagem de um balão foi a algumas semanas na região de Coquimbo. “Ali esteve presente e essa é a informação que se tem, portanto o avistamento do objeto em Chiloé não tem nenhuma relação com nosso projeto Loon”, exclamou.


Ilha Chiloé