OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

NASA libera imagem impressionante de um passado distante de nosso universo

A NASA  combinou 10 anos de fotos do ‘espaço profundo’ para criar uma imagem de um minúsculo espaço do céu, o qual contém mais do que 5.000 galáxias, algumas delas incrivelmente antigas.
Esta imagem, chamada de XDF (Extreme Deep Field, ou Campo Extremamente Profundo) “é a imagem mais profunda do céu a revelar as galáxias mais distantes e apagadas já vistas“, de acordo com Garth Illingworth, principal investigador do projeto.
A XDF é uma atualização da imagem HUDF (Hubble Ultra Deep Field, ou Campo Ultra Profundo do Hubble), com fotos tiradas entre 2003 e 2004.  O HUDF continha milhares de galáxias e na época foi a visão mais longe ao passado que o homem já tinha conseguido.
Apesar da XDF cobrir um menor pedaço do céu do que a HUDF, ela contém um estimado número de 5.600 galáxias, com as mais apagadas tendo bilhões de vezes menos claridade do que os olhos humanos podem captar a olho nu.
O pedaço do céu mostrado na XDF está no hemisfério sul e foi obtido em 50 sessões diferentes de fotos na última década.  O telescópio Hubble usou duas de suas melhores câmeras para capturar mais de 2.000 imagens, as quais foram utilizadas pela NASA para criar a XDF.
Illingworth disse que “a XDF nos permite explorar mais longe no passado do que antes conseguido“.  Embora alguns discordem, a maioria dos cientistas datam o nosso universo como tendo aproximadamente 13.7 bilhões de anos, e o XDF contém galáxias de 13.2 bilhões de anos.
De acordo com a NASA a galáxia mais jovem na XDF foi formada há meros 450 milhões de anos após o Big Bang.  Considerando que nossa Terra é geralmente considerada como tendo 4,54 bilhões de anos, uma galáxia de 450 milhões de anos é um bebê.
Apesar de impressionante, a foto XDF certamente será superada quando o Telescópio Espacial James Webb finalmente entrar em órbita após seu lançamento que está agendado para 2018.
Aprecie esta foto espetacular:
Nesta foto que mostra um minúsculo pedaço do céu, cada área luminosa, mesmo as menores e mais apagadas, representa uma galáxia. E cada galáxia dessas contém bilhões de sistemas solares.  Após ver esta foto, como pode alguém ainda declarar que só a Terra possui vida inteligente?  Talvez declarar isto seja uma contradição à própria declaração. (Clique na foto para ampliá-la.)

Fonte das informações: www.theregister.co.uk