OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

OVNIOLOGIA: Marcas em Plantações de cana em Itatiba-SP




Na madrugada desta quarta-feira, 24/12, por volta das 00h10, um suposto OVNI (Objeto Voador Não Identificado), surge no céu, em Itatiba. Segundo Cleber Quintino, a cena misteriosa acabou mexendo com a sua imaginação e deixando amigos e familiares apreensivos. Ele deixou sua máquina fotográfica sem filtro na lente, ligada na laje da casa de uma amiga, no Jd. Arizona para fazer registros da chegada da véspera de Natal, em modo automático. E, quando voltou para verificar as fotos, surpreendeu-se com o registro do flagrante, em sua câmera. De acordo com as fotos, a imagem é de um objeto com brilho azul avistado no céu, na região dos bairros do Engenho e Giardino D’Itália. As imagens lembram um prédio distante, um reflexo qualquer ou de um dirigível de uma famosa marca de pneus, mas como ele mede 75 metros de comprimento e o seu formato diverge da imagem da foto, elas serão encaminhadas para análise de um especialista, em ufologia.
Consultando a fotógrafa profissional, Karen Isis sobre a imagem do objeto no céu, ela nos conta que não poderia ser um Flare conforme foi levantada a hipótese. O Flare são reflexos que aparecem quando há incidência de luz direta na lente, geralmente pontos duplos como um defeito ótico causado quando a luz entra diretamente através das extremidades da lente, causando certas manchas de luz, em formas circulares ou hexagonais. Segundo ela, ao analisar as fotos, percebe-se pequenos traços de luz em torno do objeto, o que mostra indícios para dizer que a fotografia foi feita, em longa exposição. E, partindo deste pressuposto, observa-se a condensação de luz nos pontos centrais do objeto, o que pode indicar que o mesmo estaria, em movimento circular. Aparentemente trata-se de um Light Paint (pintar com a luz ou pintura de luz), encerrou.
Um fato semelhante aconteceu na madrugada do dia, 20/04/2004, no Tapera Grande. As cenas foram registradas pela equipe do CEPUA (Centro de Pesquisas Ufológicas de Amparo), em um canavial.
Autor: Darlan Monteiro.
Foto: Cleber Quintino.
Vídeo: CEPUA.