OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

A Agência Espacial Russa já desenvolveu para levar astronautas para a órbita terrestre e além.


Enquanto a NASA e seus parceiros comerciais trabalham duro para desenvolver novas espaçonaves americanas para levar astronautas para a órbita terrestre e além, a Rússia não está ficando para trás e vem trabalhando ativamente em suas próprias naves.

A Agência Espacial Russa mostrou há alguns dias fotos registradas durante a MAKS-2015, o 12˚ Salão Internacional de Aviação e Espaço em Moscou — e nas imagens aparece a nova espaçonave russa, atualmente em desenvolvimento. Esta é a primeira exposição pública da nova espaçonave tripulada, cuja função principal será substituir a confiável Soyuz-TMA que leva astronautas e cosmonautas à Estação Espacial Internacional.

E quem fez a nova nave? A indústria espacial russa RSC Energia, que revelou a chamada “nova geração de transporte espacial” no salão. A nave está em desenvolvimento há uma década, e será o pivô para o futuro espacial da Rússia, uma vez que ela é projetada para levar cosmonautas à Lua e a Marte. Mas ela ainda não tem um nome — e a companhia lançou uma competição para decidir como ela será batizada.

Isso faz parte de um projeto chamado Sistema de Transporte Pilotado em Perspectiva (PPTS), que deve substituir tanto a Soyuz-TMA como as naves de carga Progress. A RSC Energia testará as cápsulas nos próximos meses. De acordo com os planos, o primeiro teste orbital sem a presença de humanos está planejado para 2021 e será lançado do Cosmódromo Vostochny, a nova estação espacial russa, atualmente em construção. Ainda tem tempo até lá — então vamos acompanhar o que eles têm por enquanto. Abaixo segue uma imagem do corpo do veículo, com um traje espacial russo em primeiro plano:



Por dentro da espaçonave:



Close nos controles:



Não é segredo que a nova espaçonave russa é bem semelhante em design e funcionamento à nave Orion, desenvolvida pela NASA. Perceba as pernas de pouso e os propulsores do modelo branco. Eles são bem semelhantes ao Dragon V2 da SpaceX:



Isso parece ser reforçado com polímeros de fibra de carbono:



Veja a nave de um outro ângulo:



FONTE: http://gizmodo.uol.com.br/