OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Cientistas encontram vida em um lago congelado e isso pode ajudar na busca por vida alienígena




Pesquisadores descobriram vida em um lugar relativamente improvável – abaixo da manta de gelo da Antártida Ocidental. Um lugar bem frio, onde imaginava-se ser impossível ter vida.

Os cientistas da Montana State University perfuraram a manta e chegaram a um lago que há milhões de anos não recebe luz solar nem vento, nem nada. E o impressionante foi que eles encontraram um ecossistema inteiro vivendo lá dentro – micróbios, que durante esse tempo inteiro sobreviveram com enxofre e amônia presentes no lago. Ao todo, os pesquisadores encontraram sinais de 3.931 espécies diferentes.

A comunidade científica comemora muito a descoberta. Não apenas por confirmar teorias de que microrganismos conseguem sobreviver em um lugar tão frio, e sim pelo que isso representa. A vida pode evoluir a ponto de sobreviver em ambientes extremos, o que dá esperanças de que exista vida alienígena mesmo em lugares distantes do Sol com condições similares – a lua Europa, de Júpiter, foi apontada como um desses lugares que também poderiam abrigar vida.

Os cientistas também dizem que isso acaba com a ideia de que a Antártida é um continente morto e sem condição de abrigar vida. Não é a primeira vez que vida é descoberta em ambientes inóspitos, mas é a primeira vez que diferentes formas de vida são encontradas juntas. O estudo completo foi publicado na Nature.

FONTE: GIZMODO.COM