OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Cientistas querem se comunicar com os alienígenas através da música


Se os humanos fossem fazer contato com uma espécie alienígena inteligente, estes poderiam estar interessados em uma coisa: nossa música.
David Grinspoon, o cientistas diretor do Instituto de Ciências Planetárias, e Ka Chun Yu, curador de ciências espaciais do Museu de Ciências e Natureza, de Denver – EUA, acreditam que as espécies alienígenas não estariam interessadas em nossa tecnologia, nem em nossa literatura e nem em nossos recursos preciosos.  Eles iriam querer se comunicar conosco e, é mais provável que, a forma que fariam seria através da música. É por isso que Grinspoon e Yu formaram a House Band to the Universe.
Embora a questão ‘se os alienígenas escutam música’ pode soar mais como uma pergunta vinda de um adolescente entorpecido escutando Pink Floyd, do que de um astrofísico, a ideia de conversar com ETs por intermédio de música foi primeiramente proposta em 2010, durante uma conferência para membros do SETI.  Lá, concluiu-se que as composições musicais, que são baseadas em padrões matemáticos, poderiam ser apreciadas por uma civilização alienígena – o que é somente outra indicação de que a música, acima de tudo, é verdadeiramente uma linguagem universal.
As pessoas que pensam sobre as civilizações alienígenas e escrevem trabalhos sobre elas são tecnólogos e cientistas que imaginam o tipo de tecnologia e ciência que os ETs têm“, disse Grinspoon. “Sempre imaginamos este sonho onde a informação que aprendemos dos alienígenas seria na forma da física e da matemática.  Bem, talvez seria a música.”
Baseados nas imagens de ressonância magnética funcional (fMRI, siglas em inglês), e vários estudos que mapearam os cérebros de pessoas que escutam música, já sabemos que a música fala aos humanos sobre um nível emocional fundamental que mais se aproxima ao da linguagem do que de qualquer outra coisa.  Nós processamos a música como se ela fosse uma conversação com carga emocional.  O pensamento aqui é o de que a música também seria um apelo ao alienígenas.  E, na verdade, isso faz muito sentido.
Estudos sobre o papel da música também sugerem que cada tipo de música expressa uma emoção íntima única, e é por isto que Grinspoon e Yu cuidadosamente elaboraram sua mensagem aos alienígenas, que é uma mistura melodiosa e psicodélica de jazz e funk (não o funk brasileiro, mas sim o original criado nos EUA), com um toque de inspiração africana e jamaicana, o que a NASA chama de “psychoastrobiofunkiliscious.
Há uma beleza, não somente na Terra, mas em outros lugares, em locais que humanos nunca estiveram.  Faz-me imaginar se os extraterrestres acham que isto seja bonito, e se eles apreciam a beleza“, disse Grinspoon.  “Eu acho que eles apreciam.  O que realmente me interessa sobre esta questão é que ela nos faz considerar alguns aspectos de nós mesmos.  E se a arte for uma reação de se estar consciente dentro do Universo?  Eles reagiriam da mesma forma que nós o fazemos?
Os astrobiólogos levaram seu show intergaláctico para um nível totalmente novo na semana passada, com a incorporação de visualizações digitais científicas e lições faladas de astrobiologia.  É bom saber que eles praticaram para se, e quanto, uma força alienígena invasora começar a bater na nossa porta.
Fontemic.com