OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Entusiastas do fenômeno dos OVNIs são atraídos para os Montes Urais, na Rússia


Muitos entusiastas do fenômeno dos OVNIs têm ido até os Montes Urais, na Rússia, para investigar relatos de um alegado alto nível de atividade paranormal, ou alienígena.  Eles montaram um mapa dos Urais, o qual mostra os 50 locais nos quais as pessoas têm relatado fenômenos anormais.
Entre os fenômenos relatados estão o aparecimento de OVNIs de muitos formatos e tamanhos, inclusive em forma de charuto, pirâmide, esférico e disco.
Os primeiros casos de fenômenos paranormaisl dos Montes Urais ocorreram no século XVIII, quando alguém relatou ter tido um encontro com um extraterrestre.  O relato alegava que o alienígena estava acompanhado por várias ‘bolas de fogo’.
De acordo com o Russia Behind the Headlines,  em 1927, várias fonte fizeram alegações (separadas) para agências como a Comissão de Meteoritos e a Academia de Ciências da União Soviética, de terem testemunhado um OVNI em forma de charuto próximo da cidade de Karpinsk.
A alegação de atividade paranormal mais bem documentada e intrigante dos Montes Urais aconteceu em 1980, quando relatos de um grande OVNI que teria caído no Distrito de Verkhotursky.  O sistema de defesa aérea detectou de três a quatro objetos voadores circulando um enorme objeto em forma de disco, com o diâmetro de 26 metros e uma altura de 5 metros.
Uma das histórias alega que os objetos voadores foram atingidos pelos mísseis de defesa aérea e duas criaturas biológicas não identificadas foram encontradas dentro.
Em 1989, cientistas em Perm recuperaram das montanhas um enorme objeto não identificado em forma de cogumelo, com o diâmetro de 12 metros, após ele ter caído numa zona usada para manobras militares.  Histórias similares têm sido reportadas pela cadeia de Montanhas Tagany, Triângulo de Molyobka, reserva mineral de Illmensky Zapovednik e no Triângulo de Sverdlovsk.