OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Fenômenos superlua e lua de sangue se encontram nos céus neste domingo


Este será um ótimo final de semana para observar nosso satélite natural: uma Superlua e a quarta e última Lua de Sangue de 2014-2015 ocorrem neste domingo (27), e tudo isso poderá ser visto de todas as cidades do Brasil.

O fenômeno que ‘pinta’ a Lua de vermelho é conhecido por Tétrada, quando quatro eclipses lunares que deixam a lua com tons avermelhados ocorrem no decorrer de dois anos. Isto ocorre porque a luz do Sol que já tiver passado pela atmosfera da Terra filtrará a maior parte da luz azul da Lua, pintando ela de vermelho — por isso o nome de Lua de Sangue.

As duas primeiras luas vermelhas do ciclo 2014-2015 ocorreram em abril e setembro do ano passado, a terceira ocorreu em abril deste ano e a última ocorre agora, neste domingo. Alguns profetas chegaram até mesmo a dizer que este seria um sinal para o fim do mundo – afirmações obviamente sem fundamentos.

E quanto à Superlua? Este é outro fenômeno natural que ocorre quando a Lua cheia acontece ao mesmo tempo em que o satélite chega ao ponto mais próximo do nosso planeta. Isso é muito mais comum que a ‘lua de sangue’, além também de ser conhecido por ‘Lua cheia em perigeu’ entre os astrônomos.

E deixe a sua câmera preparada, já que esta Superlua promete ser 14% maior e 30% mais brilhante que o normal, de acordo com informações da CNN.


Horários do eclipse para a cidade de São Paulo.

Será possível ver ambos os fenômenos de qualquer cidade do Brasil. É previsto que o eclipse comece logo após às 22h (horário de Brasília) e a Lua estará completamente vermelha por volta das 23h45, segundo o site Time and Date.


Os países pintados em vermelho são onde o eclipse poderá ser visto do começo ao fim.

E aproveite a lua de sangue deste domingo, já que a próxima só ocorre em abril de 2032. Já as próximas Superluas, um fenômeno mais frequente, ocorrem em novembro de 2016 e dezembro de 2017. Você pode ver uma simulação do eclipse de domingo neste link.



FONTE: GIZMODO BRASIL