OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

NASA produz as melhores imagens de lua de Netuno


Utilizando fotos obtidas pela nave Voyager 2 foram produzidos um filme e mapas de Tritão, maior lua do planeta visitado em 1989


CRÉDITO: NASA
ampliar
Tritão, lua de Netuno, em imagem da Voyager 2

Na semana em que se completaram 37 anos de seu lançamento, a NASA divulgou imagens e um filme feitos graças a fotografias obtidas pela nave Voyager 2. Lançada em 20 de agosto de 1977, antes de sua irmã Voyager 1 que decolou em 05 de setembro de 1977, ela visitou os quatro grandes planetas gasosos, Júpiter em 1979, Saturno em 1981, Urano em 1986 e Netuno em 1989.

Nos anos 60 o engenheiro aeroespacial Gary Flandro concebeu o Grand Tour, ou a Grande Expedição, após descobrir que a gravidade de um planeta poderia impulsionar uma nave ao mundo seguinte. Esse conceito foi incorporado à missão das sondas lançadas em 1977, e coube à Voyager 2, em uma trajetória mais lenta que sua irmã que recentemente saiu do Sistema Solar, completar o Grand Tour. Em 1989 ela mostrou detalhes inéditos de Netuno e suas luas, descobrindo intensos processos geológicos em Tritão, tais como gêiseres que liberam um material escuro a centenas de quilômetros de altitude. O fato de isso acontecer tão longe do Sol foi surpreendente.

Agora o cientista Paul Schenk, do Instituto Lunar e Planetário em Houston, produziu o mapa e o vídeo restaurando as fotos de Tritão obtidas pela Voyager 2 em 25 de agosto de 1989, em sua passagem pelo sistema de Netuno. Podem ser observados detalhes de até 600 metros na superfície da lua. O estudo de Tritão pode vir a auxiliar a pesquisa de outro mundo, Plutão, e coincidentemente no próximo dia 25 de agosto a nave New Horizons irá cruzar a órbita de Netuno, a caminho de seu encontro com o planeta anão daqui um ano. Os cientistas especulam que alguns elementos observados pela Voyager 2 em Tritão podem ser semelhantes aos que a New Horizons irá encontrar em Plutão.