OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

Incríveis fotos de OVNI foram fornecidas por Comandante da Marinha dos EUA

A história do fotógrafo

As incríveis fotos de OVNI de 1989, foram fornecidas pelo Comandante Graham Bethune da Marinha dos EUA.
incríveis fotos de OVNIsUm fotógrafo experiente estava dirigindo por uma área remota próxima de Nashville, no estado de Tennessee, na noite de 14 de julho de 1989.  Ele viu uma luz por detrás das árvores no topo de uma montanha vários quilômetros de distância, aproximadamente às 21h00.  Ele parou seu carro, abriu o porta-malas, pegou duas câmeras, uma Canon AE-1 e uma Canon T-90, que estavam carregadas com filme. Ele começou a caminhar em direção à luz brilhante. A luz veio por cima da montanha há vários quilômetros de distância e ele começou a tirar fotos. Ele notou uma descarga coronal ao redor do perímetro do objeto.  Ela pareceu estar se materializando na sua frente. A luz forte continuou se movendo em sua direção. Ele apontou a câmera para a luz e tirou fotos.  Sua primeira foto foi tirada a aproximadamente 30 graus acima do horizonte.  Quando o objeto parou ele estava tirando fotos a aproximadamente 50 graus, com o objeto ainda a aproximadamente 6 a 9 quilômetros de distância.O fotógrafo disse:


Eu tive a sensação de que a nave estava atrás da montanha, esperando por mim, e quando ela apareceu senti como se estivesse em outro mundo; os sons estavam longe, muito longe.
Ele olhou para o objeto, mas não podia ver uma definição, pois a luz era brilhante demais e estava muito longe.  Quando olhou através da lente a nave estava em foco e vívida. A nave ficou visível por mais de 5 minutos, mas menos de 10. Parecia como uma eternidade. Ele mudou a lente da T-9- para a AE-1 e continuou tirando fotos usando todo o seu filme                                                                 Ele sentiu que não estava em controle do que estava acontecendo.  Ele lembra estar constantemente apertando os botões da T-90, e cada vez que fazia uma mudança a imagem ficava mais nítida.  A Canon T-90, com seu pacote de lente, custa U$3.400.  Ela tem quatro chips de computador e era uma das câmeras mais profissionais que você poderia comprar em 1985.

Haviam outras testemunhas, mas elas ficaram relutantes de se manifestar.  Elas também estavam tirando fotos, mas o campo ao redor da foto interferia com o filme à medida que a nave se afastava. Elas não tinham lentes com zoom, assim não havia uma definição suficiente para fazer com que a nave fosse identificável. O fotógrafo teve um ataque do coração recentemente, bem como um acidente                        automobilístico, e não quer que seu nome seja revelado.  A Canon T-9 estava configurada com um espaçador, dois multiplicadores 2-2 C e uma lente com espelho de 500mm, e cinco filtros. O pacote de lente era de 2000mm plus. A velocidade do filme usado com revelação tipo ‘push‘ era próxima de 3000.  A câmera foi ajustada para tirar fotos no modo paisagem à distância.  A câmera computadorizada com os chips foi ajustada com a abertura mais ampla possível. Bill Sherwood da Kodak disse ao Comandante Graham Bethune que o objeto fotografado com este pacote usado na câmera estaria a aproximadamente 8 quilômetros de distância e teria um diâmetro de 30 metros. Filme Kodak ASA 400 ou maior foi usado.


Análise do filme

A análise do filme mostra cores anormais não comumente vistas em objetos iluminados. As cores indicam uma descarga coronal similar à Aurora Boreal.  As fotos mostram uma nave com 32 luzes vermelhas, brancas e azuis em seu perímetro. Estas luzes não são usadas em configurações normais de aeronaves. Às vezes elas pareciam todos vermelhas. Todas as outras vezes elas eram brancas. Algumas vezes as luzes no perímetro da nave pareciam se misturar, indicando sua habilidade de mudar de cor.Dentro das luzes do perímetro externo estavam painéis de luz.  Estes também pareciam ter a habilidade de mudar de cor. Embora elas sejam predominantemente brancas, algumas vezes são vista como sendo parcialmente vermelhas ou pretas.  Presumindo-se que a nave tenha 30 metros em diâmetro, estes painéis externos tomam aproximadamente 12 metros em cada lado. Abaixo do centro da nave parece haver um cristal ou luzes com aparência de cristal. Geralmente estas luzes parecem azuis.  A nave parece girar nas fotos. Graham me deu sua palavra de que estas eram fotos autênticas de uma nave real.  Ele também conhece o fotógrafo por 24 anos e o homem trabalhou para ele por dez ano. Ele diz que o homem sempre dizia a verdade e era de bom caráter.


Nota do National UFO Center:

Já observei um OVNI de perto. As cores e a fumaça, provavelmente de uma descarga coronal, eram similares ao que vi. As luzes têm uma profundidade anormal de cores. Quando você olha para uma luz colorida, ela é normalmente branca, coberta por uma lente vermelha, amarela, verde, azul, etc. As luzes na nave parecem como se fossem constituídas da cor real. Há uma vividez de cor que é difícil de ser descrita, a qual parece estar nesta fotos. A neblina ou plasma é penetrada por luzes potentes apontadas para baixo. As luzes se estendem para baixo por aproximadamente 22 a 30 metros, e parecem parar abruptamente.
A duplicação desta capacidade é excepcionalmente difícil de se fazer com luzes normais. Nunca vi luzes que têm estas propriedade, exceto num OVNI, nem vi nada comparável em fotos. Tenho mais de 5.000 horas de voo e tirado milhares de fotos. Eu estou muito interessado em quaisquer fotos ou vídeos similares de uma nave comparável.
incríveis fotos de OVNI