OVNIS ONTEM , NA BUSCA DA VERDADE

UFOs foram avistados sobre a usina de Chernobyl


Interesse alienígena em instalações de produção de energia e locais de armas nucleares é o tema de Terra Vigiada, lançado com exclusividade no Brasil pela Biblioteca UFO


Desde o começo da Era Moderna da Ufologia, em 1947, o interesse dos tripulantes dos discos voadores por nossas bases militares, arsenais nucleares e locais de produção de energia ficou claro. A história da Ufologia registra inúmeros testemunhos da presença dos UFOs nesses locais, e no caso dos sistemas de geração de energia houve até mesmo blecautes e apagões atribuídos à presença extraterrestre.

O pesquisador Robert Hastings é um dos maiores especialistas nesse tipo de ocorrência, havendo coletado inúmeros depoimentos de militares, técnicos e outras testemunhas altamente qualificadas, atestando a presença de objetos voadores não identificados sobre esses locais estratégicos. Em Terra Vigiada, um dos mais recentes e aguardados lançamentos da Biblioteca UFO, ele apresenta os mais importantes casos ufológicos envolvendo esse tipo de ocorrência, trazendo inúmeros depoimentos e fatos estarrecedores.

Existem inúmeros casos em que UFOs foram vistos sobre instalações produtoras de energia, mas nenhum é tão dramático quanto as descrições da presença extraterrestre durante o maior desastre nuclear já ocorrido no mundo. Em 26 de abril de 1986 aconteceu uma explosão na usina nuclear construída na cidade ucraniana de Chernobyl. Construída pelos soviéticos com padrões de segurança que deixavam muito a desejar, seus reatores eram abrigados em um prédio do tipo industrial comum, sem a couraça de concreto reforçado vista por exemplo nas usinas em Angra dos Reis. Além disso a água circulando pelos reatores era a mesma que movia as turbinas de geração de energia, sem a divisão entre os circuitos de refrigeração e o de geração.

UFOS TERIAM DIMINUÍDO A RADIAÇÃO EM CHERNOBYL

Quando problemas técnicos se uniram à negligência, o resultado foi uma explosão de vapor no reator número 4 e a nuvem radioativa resultante espalhou-se por uma vasta região na Ucrânia e União Soviética, chegando a alcançar países da Europa, contaminando pessoas e animais e causando sérios prejuízos à economia dos locais atingidos. Vários operários foram vitimados enquanto tentavam conter a tragédia e toda a região de Chernobyl permanece abandonada. Contudo, fatos ainda mais estranhos ocorreram durante os trágicos acontecimentos.

Robert Hastings descreve em Terra Vigiada o trabalho de Valery Iosifovich Kratokhvil, pesquisador ucraniano e autor de diversos livros e artigos. Ele descobriu em suas pesquisas um técnico chamado Mikhail A. Varitzky, que viveu em Chernobyl e descreveu como Mikhail Samoilenko, acompanhado por outro técnico, observaram o reator 4 em chamas às 04h15 daquele fatídico dia. Sem roupas de proteção, afastaram-se rapidamente. Ao darem a volta em seu carro, contudo, observaram um objeto esférico de cor semelhante ao latão sobrevoando a área. Eles descrevem como dois fachos de luz que saíram desse UFO e foram lançados no reator 4. O objeto a seguir desapareceu rumo à Bielorrússia.